segunda-feira, março 16, 2009

O bastardo

Uma folha de papel passa de mão em mão pela classe, até chegar a Tatiana, que desdobra o papel, lê e guarda-o em seu bolso, um rapaz magro sentado pouco a frente vira-se e murmura: “Você vai?”, Tatiana umedece os lábios com a ponta da língua e balança positivamente a cabeça:

O ENCONTRO
Tatiana e Cristóvão estão sentados no gramado rente à escola, conversam animadamente e trocam algumas caricias até perceberem um rapaz gordo e desajeito se aproximando, jocosamente, Cristóvão comenta:
-Lá vem o mula do Murilo!
-um chato! – Diz Tatiana
- Ele é meu amigo, mas a verdade é que ele não passa de um filhinho de papai metido a intelectual, do que adianta ser rico e ter vastos conhecimentos se não é bonito e charmoso como eu?
- Concordo meu amor... Mas agora vai, quero me livrar logo desse cara. Encontro-te mais tarde naquele lugar.
Cristóvão beija rapidamente Tatiana e parte.
Murilo chega pouco depois, senta-se ao lado da moça e acende um cigarro:
-É Carlton? - Ela pergunta
- É sim, quer?
- Quero.
Ele entrega o maço e por longos segundos permanecem em silencio, porém, agoniada por aquela falta de assunto e com pressa, Tatiana resolve falar:
- Cristóvão disse que você queria falar comigo, o que é?
- Sim... Sim, escuta Tatiana, eu acho que nós temos coisas em comum, eu te acho linda e...
Tatiana, logo o interrompe grosseiramente com duras palavras:
-Ah! Pode parar, sem condições... Ouviu?Sem chance! Não quero nada com você, você é... é horrível!- Levanta-se e vai embora.

A FURADA
Um mês depois, mesmo tendo que suportar as cantadas frequentemente repelidas, Murilo não desiste de Tatiana, e nem desconfia, de seu caso com o amigo.
Porém, naquela tarde, quando Tatiana chegou ao apartamento da Haddock Lobo e encontrou-se com Cristóvão, iria ser diferente; ela chega, senta-se na cama, mas ao invés de despir-se como o habitual, diz em meio às lágrimas:
-Estou grávida!
Cristóvão que tragava um cigarro engasga-se com a fumaça e após recuperar o fôlego diz:
- E quem é o pai?
-Você é o pai, carambolas! – Grita Tatiana
- E você tem como provar?
- Seu canalha!
- O que você quer que eu faça? Como vou saber se você não tem outros?
- Sabes muito bem que eu só amo você! Que eu só fodo com você!
Ele ergue-se, esmaga a ponta do cigarro no cinzeiro e caminha em direção a porta:
- Aonde você vai ?- Diz Tatiana
- Embora, procure outro otário para sustentar o teu filho, trocar fraldas e chamar de papai.
- E os meus pais? Vou ficar falada!
- Problema seu! – Diz Cristóvão batendo a porta ao sair.

A SOLUÇÃO
No dia seguinte, como de praxe, Murilo veio cumprimentá-la ao vê-la na escola, mas ao invés de ser estupidamente grosseira com o rapaz, Tatiana o leva a um canto afastado dos demais e diz:
- Você me ama ?
- Mais que tudo na minha vida, sou capaz de tudo por você! – Responde Murilo
- De tudo mesmo?
- Claro, sou completamente devotado a ti!
- Então quero que se case comigo!
- Casar ?!
- Isso, me ama ou não ?
Murilo aproxima-se e toma entre as suas, as mão da menina e dá seu veredicto:
- Eu caso sim, meu anjo!
- Há mais uma coisa que você tem que saber; Eu estou grávida e lógicamente, você não é o pai!
Murilo então compreende tudo, mas mesmo assim, lança um sorriso complacente à moça e a abraça, dizendo-lhe ao pé do ouvido:
- Prometo que vou amar essa criança como se fosse minha!