sexta-feira, abril 03, 2009

Noite de Março

Certas coisas não precisam de palavras, nem de tempo e às vezes nem de uma razão especifica para acontecerem, e são as melhores coisas que vem há acontecer com a gente, sem propósitos, escrúpulos ou dilemas; elas simplesmente acontecem; não há explicações e nos marcam de uma forma singela e inesquecível, forma esta que estará conosco pelo resto de nossas vidas.Como um sorriso, um beijo, um gesto e a recordação de um momento único.

Cigarro no bolso da calça jeans, tênis vermelho sujo de areia e camiseta amarrotada, um amigo ao seu lado procurando mais cerveja, e ele observando alguém que está deitado no chão.
“Garota exuberante”- Foi exatamente o que passou por sua cabeça ao vê-la, era simplesmente maravilhosa, e possuía uma espécie de luz interior que iluminava tudo ao seu redor, como um anjo.
Ela ergue-se, ele tenta disfarçar que a admira de longe, subitamente a reconhece, já se conheciam vagamente de algum lugar, então um vai até ao outro, se cumprimentam, falam pouco, se aproximam e ele pergunta querendo fazer um pouco de charme:
- Posso te dar um beijo?
- Pode. – Ela responde