quinta-feira, julho 09, 2009

Dois a rodar...


Foram apenas 12 dias, mas para Pedro eram como se tivessem sido longos e dolorosos meses; separara-se de Miriam, descobrira todas as traições da ex. mulher e aquilo não o deixava mal, o que o deprimia era como ela poderia jogar fora dezoito anos de casamento sem a menor consideração; a perseguiu pelas ruas, a procurou no trabalho e no auge do desespero, até tentou o suicido.
Mas és que se recuperando de tanta dor e confusão, conheceu aquela que realmente iria mudar sua vida... Laura, Laura e seus cabelos quase loiros, dos pés pequenos, do corpo miúdo, do olhar expressivo, dos belos lábios e do sorriso metálico.
Ao vê-la, pediu que Anselmo, amigo íntimo que por coincidência era também amigo de infância da moça, o apresentasse, mas o rapaz era deveras lerdo e Pedro mesmo que teve que ir à cara dura apresentar-se a moça:

- Oi, érr... Hum... Que, tipo, dan...tipo, dan...
- Dançar? - Completou a moça – Claro.

Ele então a tomou em seus braços morenos, e eles lhe pareceram perfeitos para abraçá-la, envolve-la e protege-la, e sentindo aquele corpo colado ao seu, seguindo o mesmo ritmo, desejou-a vorazmente como jamais quis outra mulher... Nem mesmo Miriam.
Quando a banda anunciou o intervalo e ela fora buscar algo para beber surge Anselmo que notando o brilho incomum nos olhos do amigo, o alerta:

- Cuidado rapaz, ela é pra casar!

Aquelas palavras ecoaram durante o resto da tarde na mente de Pedro, e lá estavam elas rodeando seus pensamentos, quando após o baile, ele acompanhou Laura até em casa, aproximou-se e a beijou.


d-.-b Dois a rodar @ Ludov